Início - Menina celebra 15 anos ao lado de socorristas que salvaram sua vida após acidente

Menina celebra 15 anos ao lado de socorristas que salvaram sua vida após acidente

Raquel Moro de Farias envolveu-se em um grave acidente de carro no ano passado, e foi atendida por profissionais que passavam no local por acaso

Para Raquel Moro de Farias, que completou 15 anos em março, não faltam motivos para celebrar a vida. Em novembro do ano passado, ela sofreu um grave acidente de carro, na Curva do Bigode, em Gravataí, no qual seu então namorado, 19 anos, faleceu. Ela quebrou sete costelas, o cóccix, seu baço estourou e sua bacia ficou deslocada. Mas, naquele momento, alguns anjos cruzaram o caminho da jovem. 

Dois socorristas do Grupo de Resgate e Apoio Voluntário de Emergência (Grave) passavam pelo local – Gustavo Weber, 22 anos, e Luan Caparro Flores, 23 – voltando de um evento em Tramandaí quando perceberam o acidente.

– Naquele dia, depois que largamos alguns colegas em casa, percebi que tinha esquecido a chave do meu carro com um deles. Pedi para o Luan, que ainda estava comigo, para voltarmos. Passamos por lá totalmente por acaso – conta Gustavo.

No local também estava um outro socorrista, Mario Lessa, que dirigia a ambulância de uma empresa particular após um plantão e ajudou nos primeiros socorros. Raquel foi levada para o Hospital Dom João Becker, onde trabalha seu pai, o vigilante Everton Viana de Farias

Menina celebra 15 anos ao lado de socorristas que salvaram sua vida após acidente

– No dia, não sabíamos disso. Ficamos sabendo um tempo depois, quando, ao levarmos outro paciente para lá, ele veio nos procurar para dar um abraço. A partir daí, acompanhamos a trajetória da Raquel de longe – diz Luan.

A recuperação incluiu alguns dias de UTI e 20 dias de internação. Raquel lembra pouco daquela noite, mas sabe da importância da presença dos dois.

– Lembro só depois de ir para o quarto. Se não fosse o Luan e o Gustavo, eu não estaria aqui para contar – diz ela.

Solidariedade

Neste ano, veio a oportunidade de aproximação entre eles. A festa de Raquel, que seria em março, teve de ser cancelada em função dos gastos que a família teve com o acidente. Mas, graças à ajuda de vários voluntários, no dia 22 de dezembro o sonho foi realizado.

– Após o acidente, os donos do salão que havia sido contratado prometeram que, se ela se recuperasse, eles dariam a festa. Ela ganhou tudo. Vários funcionários trabalharam de graça – conta a professora Eliane Moro de Farias, mãe de Raquel.

Eliane e Everton decidiram, então, convidar os socorristas de Raquel para participar deste momento: Luan, Gustavo e toda a equipe do Grave que estava de plantão na data foram buscá-la em casa, de ambulância.

– Eles foram anjos na nossa vida. Como ela tem muito carinho e gratidão por eles, nós resolvemos fazer uma surpresa. Agradecemos a Deus por ter colocado eles no nosso caminho. O acidente foi horrível, era para minha filha ficar com sequelas, mas só perdeu o baço. Foi um grande milagre, e só temos a agradecer a todos que nos ajudaram – relata Eliane.

Menina celebra 15 anos ao lado de socorristas que salvaram sua vida após acidente

Surpresa para a aniversariante

Outro detalhe emocionante desta história é que Raquel não sabia da iniciativa dos seus pais.

– Chegamos à casa dela com a sirene ligada. Quando explicamos do que se tratava, ela ficou paralisada. Nós nos emocionamos de um lado, a família se emocionou do outro. Foi uma noite mágica, muito especial – conta Luan.

A aniversariante conta que havia mencionado para os pais, meses antes, o desejo de que seus salvadores participassem da festa. Mas pensava que a ideia não tinha ido adiante:

– Estava em casa, esperando a hora de ir para o salão, quando ouvi a sirene. Eu fiquei muito nervosa, mas muito feliz.

Além de acompanhar a debutante na entrada da festa e dançar a valsa, os socorristas também receberam homenagens.

– Nunca esperávamos por isso. Nós ganhamos medalhas, e a equipe do Grave ganhou um troféu. Naquela hora, passou um filme na nossa cabeça. Ver a Raquel bem e sorrindo após o acidente foi magnífico – finaliza Gustavo.

Fonte: Gauchazh

Veja Mais!

Compartilhe rápido por aqui:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email